26/08

Em um caminhão de coleta: Lixo extraordinário.

Faz pensar.

Em destaque no Mercado Popular da Rua do Ouvidor, a ante-sala da Saara:

• CD Clássicos do Funk – volume 1: R$ 12
• Pão com lingüiça e refresco de jaca: R$ 1,50
• Garrafa de aguardente Maribondo [sic]: R$ 7
• Garrafa de aguardente Engenho do Meio: R$ 4,80
• Camiseta de malha, nas mãos de uma chinesa: R$ 10
• CD-R que estraga seus dados: R$ 0,65
• CD-R que estraga seus dados devagar: R$ 0,90
• MD player: R$ 600
• Prostituta da Praça Tiradentes: sob consulta.
• Falcon falsificado: R$ 8 (R$ 6,50 no atacado)
• VHS Jurassic Peitos: R$ 5

25/08

– Filho?
– É a mãe.

X-Burger é obra de um designer-gramático.

Eu adoro cheirar papel e impressos em geral.

Adoro.

O pessimismo às avessas: quando você pensa que não há como piorar, melhora.

24/08

– Que restaurante, aquele.
– Que restaurante a quilo!

Quando isso vira isto, a gente cobiça aquilo.

As calçadas de Copacabana precisam de faixa seletiva, pelo menos para idosos.

No Brasil de hoje, esse corpo não te pertence até segunda ordem.

23/08

– Deus te guarde e te conserve…
– Lenin.

E eu que achava elogio sincero um pleonasmo.

22/08

Cidade: aglomeração de quem busca privacidade.

Fita cassete é música por extenso.

Viagem: não encomende, para não ser encomendado.

« Pgina Anterior Prxima Pgina »
 

Powered by WordPress