30/11

Home Theater carioca: às dez da noite, a digitação é interrompida pelo rugido armado, assustadoramente próximo e já cotidiano. Abandono o ambiente em busca do acúmulo de paredes, aguardando mais uma vez o intervalo.

Até quando?

29/11

Elesbão e Jean Reno.

Não seria surpreendente atribuir a boa parte da histórica interferência materna, a razão de minhas tortuosas relações extramuros. É o receio da repetição, de alguém que venha a perpetuar aquele comportamento doentio, super protetor.

Queria reformatar o hipotálamo.

28/11

Esses poucos anos de cultura online já nos fazem perceber que a rede se presta para encontrar de tudo; e, eventualmente, até mesmo o que se procura.

Crime perfeito é aquele que não acontece.

27/11

A Internet é o País dos Espelhos.

Nada morre, só muda o leiaute.

26/11

Moby e Cazé Peçanha.

Michael Stipe é uma comparação mais lúcida, dizem.

Dupla Sertaneja é o chato com estepe.

Quando a tevê sai do ar durante o domingo, você diz que é defeito?

Um dia da zaga, outro do jogador.

O salão do Bar Lagoa ganha novos contornos e olhares, em uma noite febril. Há tempos não me apaixonava hoje.

25/11

– Eles só namoram porque ela é conhecida.
– É a fama com a vontade de comer.

Prxima Pgina »
 

Powered by WordPress