22/11

– Como vai essa parada?
– Parada.

Lembra outro episódio:

– Como vai essa força?
– Forte.

A metodologia pessoal é pessoal. Cuidado aí.

21/11

– Esse que eu instalei é bem legal, super clean.
– Quem foi o retardado que inventou a mudança de skin? Por que não pode ser tudo clean?

Jessica Alba, não fique loura.

Que pena.

20/11

O choro do bebê em público é um dos barulhos mais detestáveis do universo.

19/11

É difícil encontrar algo tão chato como o Bolero de Ravel.

Canto de passarinho é um barato; ainda que alguns confiem demais.

18/11

Talento, maturidade, humildade e caráter combinam-se, eventualmente.

Coisa de uma ou duas encarnações.

Quem diz o que quer, pode ouvir o que não quer – do advogado.

17/11

Os anos avançam, bem como os prazeres.

E quem não escorraçaria qualquer invasão injustificada? Diante da soberba imperial, resta o poder do indivíduo para compensar a Organização das Nações Úmidas.

16/11

O povo não é bobo!

Não mesmo. Quem dera.

15/11

Programa de humor é para os fracos: não há nada como um linguajar técnico policial.

Eu queria ouvir Lusíadas.

« Pgina Anterior Prxima Pgina »
 

Powered by WordPress