31/08

– É bom gerar uma cópia em NTSC, também.
– Ah, sim. Vai que o PAL dá problema?
– Olha a margem.

30/08

Determinados trabalhos desempenham notavelmente uma conjunção entre a insatisfação prática e a drenagem energética.

Entre o desejo de ser pesquisador pelo Impa e importador de sementes de Sequóia, não me falta o gosto pelo esdrúxulo. O que dizer do interesse pelo trabalho como gravador de talho-doce para a Casa da Moeda? Imagine.

Com o meu tremor atual, seria a introdução do design grunge no meio circulante.

29/08

– “De menor” é o quê? 38?

O sorriso de uma bela moça melhora o dia de qualquer um.

28/08

Acostumado a tiros, todo carioca é; ainda que essa madrugada tenha surpreendido, mesmo não sendo o pior momento da vizinhança. Valha-me.

Ps.: E da janela, depois, eu não acreditava nas chamas. Pé no chão, rapaz…

Meia noite e dez no Cosme Velho: Medo.

27/08

Lavar a cabeça e dormir em seguida: penteado fashion.

26/08

Se a propaganda embrulha o discurso com design, eu viro a página.

Eu tenho virado todas.

25/08

– Não sou o dono da verdade, mas aluguei e devolvi com atraso.

É nítido o progresso técnico dos portfolios, irrepreensíveis. Quisera eu todo esse conhecimento e paciência para com os programas.

Mas, não basta. As pessoas canalizam o talento reproduzindo. Falta linguagem, originalidade.

E não é óbvio, ao que parece.

24/08

Com a tendência pelo acabamento envelhecido, parece factível uma eletiva de arqueologia e arquivologia em Desenho Industrial.

Prxima Pgina »
 

Powered by WordPress