30/09

Essa mecânica dos restaurantes de auto-serviço ainda é um desafio à minha falta de visão global. É como uma seleção da segunda divisão.

Sugestão de cadeira: Autocrítica.

Todos os períodos.

29/09

Na conjuntura atual, a minha entrada em uma academia se daria exclusivamente pelo design. Dela.

– E quando você fecha o perfume, é o mesmo som que o da porta do Mercedes.

Imagine o carro da vendedora.

28/09

À maneira do Crédito de Carbono, eu sugiro o de esforço.

Você até imagina que seja para burlar o filtro de mensagens; mas ninguém merece receber e ler SPAN.

27/09

Chique demais:

Voigtlander Bessa R2A or R3A
Cosina

Ps.: Alguém falou em presente de natal?

– Viu o Ademir Leão, aquele saxofonista do Metrô, no Jô?
– Desafinado é pouco. Constrangedor.
– É o ouvido “Absolut”.

26/09

O tempo passa, o tempo voa e… venderam.

25/09

Em dias chuvosos e descompromissados, a melhor pedida pode ser o despertar usual, somente pela percepção de que não é necessário sair da cama. Restam o gotejar nas folhas, o burburinho dos bichos e a sensação de conquista.

É claro que a beleza da visitante será inversamente proporcional ao momento. Cansado, insone e sujo, não restará algo além da aflição diante do “Sachê de Gramacho”.

24/09

Dica de brownie conveniente: Lilia, nas lojas AM/PM.

Arnaldo César Coelho e Caçulinha.

23/09

© Don Hertzfeldt

O trocadilho Branding-storming resume a tendência que se vê tantas vezes embalada pelo gestual administrativo, em busca de eloqüência para o discurso designer.

Prxima Pgina »
 

Powered by WordPress