31/01

O vendedor, entregando meu PC XT em 1989:

– Você nunca vai encher esse winchester de 30 MB.

Eu odeio ter o ódio desarmado pela educação inesperada alheia.

Não desentupa com força, que respinga.

A União faz a forca.

“Corra para a luz” é papo de inseto.

30/01

A crise profissional semestral, por enquanto, só rima.

A terapia era o meu porte de arma.

– Sua vida vai bem?
– Ótima, estou pensando até em encomendar outra.

29/01

Todo comercial de cerveja nacional vende refresco.

– Não sei se eu rio, ou se eu cloro.

O Brasil é caso para estação de tratamento.

28/01

Motumbo mata por asfixia.

Ano palíndromo, uma festa para as marcas comemorativas.

Saudade não tem cidade.

– Passou!
– O quê?
– O futuro.

Prxima Pgina »
 

Powered by WordPress